25 de julho de 2011

Há um tempo, todo o tempo, nenhum tempo

Porque há um tempo para rir, um tempo para chorar, um tempo para reflectir, um tempo para construir... porque todo o tempo devia ser tempo de amor, amizade e partilha... e porque nenhum tempo devia ser tempo de ódio ou de guerra... partilho novamente esta música, de que tanto gosto!

7 comentários:

Ana Paula Fitas disse...

Bela escolha, minha amiga :))
Obrigada!
... aproveitei para levar a Petição Contra a Fome protagonizada pelo JI :)
Beijinho :))

Eduardo Miguel Pereira disse...

Muitooooooooo bom !!!

Benjamina disse...

Olá Ana Paula

Faz muito bem levar a petição. Já mais de 3 milhões assinaram, mas faltam tantos para chegar ao n.º de pessoas com fome!

Beijinhos, obrigada e até breve

Benjamina disse...

Eduardo:

Concordo, é muito bom mesmo!

E agora, para mim, é tempo de férias :)

Até breve!

Silenciosamente ouvindo... disse...

Passei para deixar um beijinho
e dizer que não me esqueci.
Irene

TERESA SANTOS disse...

Uma maravilha.

A ouvir, sempre!

Boas férias.

Abraço.

Benjamina disse...

Obrigada, Irene e Teresa

Beijinhos e tudo de bom para vocês, seja em férias seja em trabalho :)