30 de julho de 2010

Caminhando para a luz

António Feio abandonou definitivamente o palco. Estou muito triste, não porque o conhecesse pessoalmente, pois não conhecia, mas porque a luminosa aura da sua alma nos chegava e apagava as nossas tristezas. Em Março passado publiquei aqui esta apresentação do filme Contraluz, de Fernando Fragata, com uma bela e importante mensagem de António Feio. Hoje volto a relembrar essa mensagem. Com um sincero agradecimento a António Feio pelos felizes momentos que proporcionou no palco e nos ecrãs.

Caminhando para a luz estás, António Feio. Palmas sonantes e prolongadas pela tua vida. Obrigada.

10 comentários:

Fernanda disse...

Amiga!

Vi e li, na devida altura, este vídeo e comentei-o com todo o carinho que sempre senti e sentirei por esta extraordinária pessoa que hoje nos deixou...
Estou tristíssima!!!
Beijo

ecila disse...

:-( muito triste

Benjamina disse...

Fernanda e Ecila

Acabei de ver uma peça na RTP de homenagem ao António Feio. Como consegui dar umas boas gargalhadas, apesar de triste, deve ser obra do António Feio.
Deixa-nos tristeza a sua partida, mas muita alegria a sua vida e a sua obra.

Eduardo Miguel Pereira disse...

Grande vulto da nossa cultura teatral, e não só.
Custou-me bastante vê-lo partir.
Não sou muito dado a este tipo de sentimentos para com pessoas que não conheço pessoalmente, mas o António Feio, é daqueles que me tocaram profundamente, mesmo não o conhecendo.

Força Toni, e anima isso aí por cima pá !

Ana Paula Sena disse...

Também tenho muita pena de perder o bom humor do António Feio. Que a luz de um possível infinito sempre o ilumine...

Banalidades disse...

Desculpe a intromissão! Vim aqui parar e gostei do que li. Também eu estou imensamente sentida com o desaparecimento do nosso estimado António Feio, que era feio, mas tão lindo! Que ele, de algum modo, continue connosco, velando pela arte em Portugal.
Parabéns, pelo seu BLog.

Benjamina disse...

Eduardo
Aconteceu-me o mesmo. O António era daquelas pessoas de que se gostava mesmo sem conhecer pessoalmente. No palco ou na televisão, nas entrevistas, acho que a sua boa natureza era visível.

Benjamina disse...

Ana Paula
Acho que o António Feio deixa saudades a Portugal inteiro...

Benjamina disse...

Banalidades
Não é intromissão nenhuma, que este pequeno blogue está aberto na blogosfera para quem quiser por aqui passar, e agradeço muito a sua visita e o seu comentário. Faço meus os seus votos e os da Ana Paula. Muito obrigada.

Benjamina disse...

Vi ontem o filme "Contraluz" e gostei muito. A mensagem é bonita, a montagem da história está muito interessante, e as paisagens e a imagem são excelentes. Valeu a pena,
o António Feio tinha razão.