13 de dezembro de 2009

Não é um dia, são todos os dias



Agradeço à Cris do blogue argentino "Porque Quiero Más" o ter permitido encontrar este belo filme.

22 comentários:

Jeune Dame de Jazz disse...

Ainda não percebi a condição de possibilidade para a tão falada (nos últimos dias) «justiça climática»...
Bom filme.

Benjamina disse...

Jeune Dame de Jazz
Eu também não percebi. Mass estive agora a ler um artigo da Única da semana passada sobre a A Ciência da Estupidez, e dá para perceber melhor donde vem a falta de condições...

Fernanda disse...

Amiga Benjamina,

Não consegui ver o video, acho que é por ser domingo, muita confusão.
Queria passá-lo para o facebook também não deu.
Voltarei.
Beijinhos

Jeune Dame de Jazz disse...

O Senhor que o escreveu foi meu Professor... Estou torcida de riso...

Ana Paula Sena disse...

Gostei imenso do filme. Está muito bem feito, uma bela homenagem à terra, e um forte alerta para a necessidade urgente de ponderar acerca das condições de vida actuais no nosso belo planeta.

Obrigada.

P.S. - Agradeço também as palavras amigas, lá no Fio... :)

Benjamina disse...

Jeune Dame,
Não fazia ideia que o autor, psicólogo clínico e professor Vítor Rodrigues tinha sido seu professor.
Mas olhe que gostei tanto do artigo, que ainda extraio uma parte aqui para o blogue. E se o livro não for muito "técnico", talvez o compre.

Benjamina disse...

Fernanda
Quando puder, veja o filme, eu sei que vai gostar.
Beijos

Benjamina disse...

Ana Paula
O filme transmite muito bem a mensagem, e sobretudo tem uma qualidade na imagem muito boa. Apesar de estar em espanhol (com legendas em inglês), entende-se muito bem.
Obrigada e beijinhos

Cris disse...

Muchas gracias Benjamina por mencionarme en tu entrada. Me gusta mucho tu blog y me verás seguido por aquí.
Beso
Muito obrigada Benjamina, por mencionar meu nome no seu post. Realmente gosto do seu blog e você vai me ver aqui muitas vezes.
Beijo

Ferreira-Pinto disse...

Muito belo!

Fada do bosque disse...

Imcompreensível... :((

Jeune Dame de Jazz disse...

Agora fiquei confusa, não é o mesmo Vítor Rodrigues (o que falo é epidemiologista)...risos. Enfim, O filme é tão claro como a maioria das projecções (são apenas o anúncio de uma premissa assustadora: a possibilidade de um colapso global). «A ciência da estupidez» (podia estar fundamentada filosoficamente) anuncia também aquela frase (que não me lembro do autor): "Se pensa que a educação é cara experimente a ignorância"!..

Benjamina disse...

Olá Cris
Eu é que agradeço o filme e a visita. Volte sempre que quiser.
Um beijo

Benjamina disse...

Ferreira-Pinto
Também acho.

Benjamina disse...

Olá Fadinha
Julgo que te referes como incompreensível à atitude dos homens em relação ao planeta, eu também não entendo..
Beijos

Benjamina disse...

Jeune Dame
Também não me lembro quem é o autor dessa frase, mas razão tem e muita. É que a ignorância, além de dispendiosa, é atrevida!

Fada do bosque disse...

Olá Benjamina.
Está aqui, o cerne da questão.
Se queres ajudar adere a esta iniciativa e divulga este filme no teu blogue, pede aos bloggers teus amigos que façam o mesmo, por favor.
Obrigada.
Beijinho,


http://www.ted.com/talks/lang/por_pt/ken_robinson_says_schools_kill_creativity.html

Fernanda disse...

Querida Benjamina,

Hoje sim já vi, adorei e vou passa-lo já para o Facebook.
Alertar nunca é demais.

Beijos

Benjamina disse...

Olá Fada
Já vi o filme que recomendaste e achei muito interessante. Irei divulgar, bem o merece.
Beijos

Benjamina disse...

Olá Fernanda
Eu sabia que ia gostar :)
Beijos

Eduardo Miguel Pereira disse...

Belíssimo Benjamina. Este é daqueles que o meu filho vai ser "forçado" a ver.

Benjamina disse...

Eduardo
Boa ideia.... eu então vou forçar 3 :)