25 de março de 2010

Onde está a Justiça? Em Portugal é que não!

Ao ouvir as notícias hoje à noite, caiu-me o coração ao chão! Eu achava que a Justiça em Portugal era lenta e má, desconfiava, no entanto, face a um processo que ocorreu há uns anos com uma pessoa que me é muito querida, que ela não existia por cá. Agora tive a confirmação (TVI24):

O corrupto é condenado em 5 mil euros. O que o denunciou, é condenado a a pagar mais de 13 mil euros. Dos quais, 10 mil são para indemnizar o corrupto. Lucrou 5 mil.

Ricardo Sá Fernandes está indignado, e eu também estou!

Inacreditável! Belo caminho na luta contra a corrupção!

6 comentários:

manuel marques disse...

Mais uma anedota da nossa justiça.

Abraço.

Manuela Freitas disse...

Olá Benjamina,
De facto é revoltante!...A Justiça anda toda vendida, nem sei a quem!?...Mas o que é neste país não é vendido e comprado? Afinal Há grande vocação comercial!...
Beijos,
Manuela

Ferreira-Pinto disse...

A senhora dona Justiça às vezes tem umas coisas assim ao ... esquisito!

Fada do Bosque disse...

A Justiça em Portugal foi privatizada, como disse o Juíz Rui Rangel na TSF a semana passada, Benjamina!

Ana Paula Sena disse...

A justiça parece não encontrar de todo o seu caminho. Ou seja, de cega passou a esperta. Também cresce enquanto teia cada vez mais incompreensível.

:(


Beijinhos, Benjamina!

Benjamina disse...

Manuel
Pior que anedota, a prova de que a corrupção compensa!

Manuela
REVOLTANTE com letra grande mesmo. Foi asim que fiquei!

Quintino
Como dizem os brasileiros "bota esquisito nisso"! É muito para lá de esquisito, é de uma incoerência total! E infelizmente não é caso único!

Fada
Não sei se o termo será o privatizado, o vendido, como diz a Manuela, ou se será cega apenas para o que não deve!

Ana Paula
A cegueira da justiça é muito relativa: ela não vê os factos, não vê o que se passa à sua volta, mas parece ver e distinguir bem a quem castigar ou não!

Este caso causa-me revolta, indignação, tristeza.

Um abraço