15 de novembro de 2009

Obama e o peso do mundo

"(...)
A máquina complexa da administração americana parece emperrada e os progressos conseguidos são poucos e lentos. Em matéria de ambiente, a quatro semanas da Cimeira de Copenhaga, as hesitações do lado americano estão a criar um grande cepticismo entre os ambientalistas. Começa a pensar-se que as negociações sobre o novo tratado deverão prolongar-se para lá daquela Conferência, durante o ano de 2010... É uma desilusão. Será um novo atraso (incompreensível), dada a reconhecida urgência de travar, quanto antes, o aquecimento global, pela diminuição dos gases com efeito de estufa. Mas, enfim, as coisas são o que são e não como os homens - e as mulheres - de boa vontade gostariam que fossem....
(...) "

Mário Soares
,
em "Obama e o peso do mundo", na Visão de 12/11/2009

Texto integral na Visão online

15 comentários:

Fada do bosque disse...

Eu nem queria comentar!... mas esses masters, são sempre uma desilusão para quem é crente e está à espera que eles façam o bem. Quando ouvi hoje, que os EUA e a Rússia estão a apertar os prazos para o desarmamento nuclear, pensei que se estavam a referir a Israel... escorreguei...Estavam a referir-se ao Irão, claro!

Benjamina disse...

Fada
Nem que o Obama fosse Super-Homem ou Santo Milagreiro, conseguia resolver tudo o que de mal se passa no mundo. Há muitas forças contra ele e ele não é todo-poderoso. Talvez se tivessem posto demasiadas expectativas, mas, como diz Soares, as coisas são o que são, e não o que as pessoas de boa vontade gostariam que fossem...

Ferreira-Pinto disse...

Se me é permitido, não será que também estamos a exagerar no que pedimos ouu esperamo de Obama?
De certo modo, parece que estamos a alienar responsabilidades próprias.
Claro está que se a tudo isto somarmos o excessivo optimismo que se depositou em relação à retórica obamaniana, temos um belo caldeirão a levantar fervura!

Benjamina disse...

Ferreira-Pinto
Seria permitido mesmo se estivéssemos em desacordo, o que não é o caso. Claro que tem havido algumas desilusões, por esse excessivo optimismo de que falas, mas Obama é um só e tem muito no mundo contra si, se calhar mais ainda dentro do seu país.
Eu continuo com alguma esperança na sua actuação, sabendo que ele precisa do apoio dos "homens e mulheres de boa vontade".

Fada do bosque disse...

Benjamina, não sejas ingénua... Obama não tem ninguém contra ele! escolheram-no para ser a face do capitalismo e ele, acedeu a ser essa imagem. Bem sabia para o que ía...

Benjamina disse...

Não sei, Fada, talvez seja como li há pouco:
“We don't see things as they are. We see things as we are.” Anais Nin

Beijos

Fada do bosque disse...

Lógico... e a Anaís era muito sonhadora. :)

Ana Paula Sena disse...

Olá, Benjamina

Deve ser mesmo um peso brutal, o que transporta Obama!

Eu sou sempre pela esperança, mas a verdade é que ando mais céptica. Neste caso, deve ser muito difícil, quase impossível, mover montanhas, as que rodeiam cerradamente, e em sentido contrário, o actual presidente norte-americano.
As mudanças, acredito que ocorram, mas a pequenos passos e muito lentos... O problema é que não sei se irão a tempo de evitar o pior.

Também acho que as coisas são como são. Mas deveriam ir sendo outras.
O tempo dirá... Ainda consigo ver uma luzinha ao fundo do túnel :) Ténue, mas está lá.

Um abraço

Benjamina disse...

Olá Ana Paula
Ainda bem que vê uma luz ao fundo do túnel. Eu sei bem que é difícil acreditar que este mundo possa melhorar. Mas, se os tais homens e mulheres de boa vontade, de que fala Mário Soares, não conseguirem que essa luzinha os oriente e guie pelo bom caminho, então, as hipóteses de melhoria serão nulas.
Porque os de má vontade têm holofotes a iluminar o seu caminho para o poder, dinheiro e submissão dos outros!
Um abraço

Manuela Freitas disse...

Olá,
Todos queremos um mundo melhor e acreditamos mesmo que um dia pode acontecer!...
Obama foi onerado com um peso muito grande, perante este mundo tão controverso, muitos acreditaram que ele podia mudar muita coisa, até posso acreditar que esse seja o desejo de Obama, mas tem bastante lobbies contra ele e a comunicação social americana (forte e conservadora), já começou a derrubar o mito.
Bjs,
Manuela

Benjamina disse...

Olá Manuela
Pois é, um homem não deixa de apenas ser um homem, e mitos são apenas mitos. Uns e outros são derrubáveis.
O que faz falta é a união dos homens de boa vontade para derrubarem os "mitos" criados pelos outros.
Beijos

Fernanda disse...

Amiga Benjamina,

Eu quero acreditar que pelo menos Obama fará mais do que o palhaço do cowboy anterior, mas não sejamos tão sonhadoras ao ponte de pensar que ele sozinho pode mudar tudo o que se propôs... sob pena de arriscar a própria vida.
Oxalá ele consiga, pelo menos há sinais de ligeiros progressos.
Vejamos.

Beijinho


By the way, I love Anis Nin.

Benjamina disse...

Olá Fernanda

É claro que ele sozinho não pode mudar o mundo. Mas tem o poder de lutar para contribuir para isso numa escala que nós não podemos. Também
deposito nele alguma esperança, mas sei que é uma missão muito difícil, pois tem lobbies demasiado poderosos contra.
Não podemos é dar o caso por perdido, pois sem o apoio das pessoas comuns, então é que não há hipótese!

Beijos

Ana disse...

Não é fácil para uma pessoa sozinha mudar o mundo.
Sei que Obama tem falhado nalgumas coisas, mas mesmo assim vejo alguma esperança nele.
Além de que ele tem mostrado muita diplomacia face a líderes menos democráticos e com esses penso que a diplomacia tem de ser a estratégia maus indicada a utilizar.
E ao menos ele mostra uma posição bastante diferente face ao "palhaço do cowboy anterior" que até negava o papel do homem no fenómeno do naquecimento global,entre muitas outras questões e era terrivelmente orgulhoso e burro.
Eu não condeno para já a sua actuação até porque não é uma tarefa fácil a dele...
I think: "yes we can"

Benjamina disse...

Ana
Estamos de acordo, então. Obrigada.
Um abraço