19 de novembro de 2009

Planet Earth

Um poema escrito e dito por Michael Jackson. Do seu livro de poemas "Dancing the Dream", de 1992.

9 comentários:

Ferreira-Pinto disse...

Tu não me digas que foste ver o filme que por aí anda :))

Rui Figueiredo Vieira disse...

Simplemente perfeito meu caro!!!

Ana Paula Fitas disse...

Aqui vai o Armazém de Pedacinhos para o blogroll do A Nossa Candeia... já agora, só li o alerta depois do 1º comentário publicado... não publiquei o 2º e quando fui ver o publicado encontrei o problema resolvido!!! Desculpe!... e Obrigado :)
Beijinho :)

Benjamina disse...

Ferreira-Pinto
Não, não fui ver. Infelizmente já se passou um tempinho demasiado longo para o meu gosto desde a última vez que fui ao cinema, logo eu, que tanto gosto. Não sei a certeza, mas parece-me que este poema aparece no "This is it!".

Benjamina disse...

Rui F. Vieira
Como se dirigiu ao caro Ferreira-Pinto, presumo que se referiria ao filme. Ou não?

Benjamina disse...

Ana Paula Fitas
Eu é que agradeço, e que peço desculpa pela trapalhada. Não é a primeira vez que comento um assunto no "post" errado :)) A noite é má conselheira...
Obrigada e um beijinho

Fada do bosque disse...

É mana... andas aí pela noite dentro?
Depoois acontece... :))
Adorei o poema co ;ichael Jackson. Mas a ninguém pertence um bocado, como ele pergunta, nós é que pertencemos ao Planeta Azul, disporá de nós quando quiser e escusamos de nos enganar a nós próprios. Dust to the Dust, como ele o pode constatar... agora sim faz parte integrante. Muito bonito

Fada do bosque disse...

Não é noite dentro e já cometo desses gaffes... Poema do Michael Jackson... :))

Benjamina disse...

É bonito o poema, sim. Nós fazemos parte da Terra e não a respeitamos, mas é ela que manda!
Beijos